Viaduto ferroviário Paulo de Frontin – Miguel Pereira

O viaduto ferroviário Paulo de Frontin, é uma construção de arquitetura e engenharia Belga e o único viaduto férreo em curva do mundo. A obra de engenharia foi considerada absolutamente perfeita. Possui 82 metros de comprimento, contando das extremidades fincadas nos morros e 32 metros de altura contando a partir do leito do Rio Santana, que passa por baixo do seu arco. São dois vãos retos e um arco central de 40 m. Foi inaugurado em 29 de março de 1897 pela Estrada de Ferro Melhoramentos do Brasil e passou a ser da Estrada de Ferro Central do Brasil em 1903 como parte da famosa Linha Auxiliar. Futuramente a linha entrou para a RFFSA e nesse trecho era comum a passagem de um famosos trem turístico, o trem Azul, o qual deixo esse panfleto da época de gestão da RFFSA.


viaduto belga Miguel Pereira

O viaduto era um dos pontos chave da viagem. Como era uma composição de apenas três carros, era possível deixar os mesmos por cima do viaduto por completo, imagina a vista e sensação do passageiro ao da janela do trem ter uma vista como essa? Os morros ao redor, o Rio Santana passando por baixo, devia ser um passeio inesquecível, queria eu estar vivo nessa época para andar no Trem Azul.

Ponte belga Miguel Pereira

A configuração da linha é desenhada por Paulo de Frontin, engenheiro responsável por esta ferrovia e homenageado no viaduto. A linha foi feita para obedecer um raio de curva de mínimo de 100 m e ter o mínimo de pontes, pra quem não sabe, nas ferrovias uma curva é medida em raio, então pense a curva como um arco de circunferência, e se essa circunferência for completada, seu raio deve atender as medidas padrões da ferrovia e dos veículos que transitarão por ela, quanto maior o raio melhor. Trens não gostam de curvas, isso é fato, quanto mais fechada a curva mais lento o trem precisa ir. Outra questão que afeta é a rampa, ou seja, inclinação da via férrea, para subir um morro o ideal é que a via o tangencie com o grau de inclinação mais baixo, assim o trem terá mais facilidade para subir.

O Viaduto Paulo de Frontin está no km 103,037 da linha Auxiliar. A linha Auxiliar original iniciava-se na Rua Figueira de Melo (Estação Alfredo Maia km 0.000) inaugurado em 7/11/1902. Com um percurso de 240,1 km, alcança Porto Novo da Cunha em Minas Gerais.

 

 

 

Leave a Reply